Francisco presidiu a oração com responsáveis de várias Igrejas, em Roma

Roma, 18 jan 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco apelou hoje à união dos cristãos na luta contra o “escândalo” da miséria, durante uma oração ecuménica a que presidiu na Basílica de São Paulo fora de muros, em Roma.

“Quando a sociedade deixa de ter como fundamento o princípio da solidariedade e do bem comum, assistimos ao escândalo de pessoas que vivem em extrema pobreza ao lado de arranha-céus, de hotéis imponentes e de centros comerciais luxuosos, símbolos de incrível riqueza. Esquecemo-nos da sabedoria da lei mosaica, segundo a qual, se a riqueza não for partilhada, a sociedade divide-se”, advertiu, na homilia da celebração de vésperas, com que assinalou o início da 52ª Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

A Semana de Oração de 2019, que decorre até ao dia 25, tem como tema ‘’Procurarás a justiça, nada além da justiça’, numa proposta elaborada pelas confissões cristãs presentes na Indonésia.

“Neles, está viva a preocupação pelo facto de o crescimento económico do seu país, animado pela lógica da concorrência, deixar muitos na pobreza, permitindo que se enriqueçam enormemente apenas alguns”, assinalou Francisco.

O pontífice advertiu para a tentação de “acumular riqueza”, sem recordar os “vulneráveis e os necessitados”.

É um grave pecado desdenhar ou desprezar os dons que o Senhor concedeu a outros irmãos, pensando que estes sejam de algum modo menos privilegiados, aos olhos de Deus. Se alimentarmos tais pensamentos, consentimos que a própria graça recebida se torne fonte de orgulho, injustiça e divisão. E então como poderemos entrar no Reino prometido?”.

A celebração reuniu representantes das Igrejas e comunidades cristãs presentes em Roma, para rezar pelo “dom da unidade”.

O Papa deixou votos de que todos os cristãos reconheçam os “dons dos outros”, para caminhar, “com passo firme e confiante, pelo caminho que leva à unidade”.

No final da celebração, o cardeal Kurt Koch, presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos, saudou o “compromisso apaixonado” de Francisco na causa do ecumenismo.

OC

Ecumenismo: Cristãos iniciam Semana de Oração pela Unidade, com inspiração da Indonésia a Taizé

Partilhar:
Share