Estátua de Cristo sofredor do século XVI e páginas do manuscrito do Alcorão Azul foram apresentadas no Louvre de Abu Dhabi

 

Abu Dhabi, 04 fev 2019 (Ecclesia) –O Papa Francisco inaugurou a exposição de uma estátua de Cristo sofredor do século XVI e páginas do manuscrito do Alcorão Azul no Museu Nacional Zayed, o Louvre de Abu Dhabi.

De acordo com o portal de notícias do Vaticano, as duas obras, uma significativa para os cristãos e e outra para os muçulmanos, foram apresentadas na segunda-feira, dia 4 de fevereiro na presença do Xeque Sheikh Mohammed bin Zayed Al Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi e vice-comandante das Forças Armadas.

A estátua de Cristo sofredor do século XVI é uma escultura em madeira proveniente da Alemanha ou da Áustria, de tamanho natural de Cristo, “representado com uma coroa de espinhos e com as feridas abertas”.

“Esculpida no período de arte gótica tardia, a obra é uma expressão artística da fé cristã”, refere o portal vaticannews.va.

A peça significativa para os muçulmanos corresponde a quatro páginas do manuscrito do Alcorão Azul datado 800-1000 d.C. e “será exposto no Louvre Abu Dhabi como empréstimo privado da coleção do Museu Nacional Zayed”.

PR

Partilhar:
Share