Este ano comemora-se o centenário do seu falecimento

Barcelos, 05 set 2018 (Ecclesia) – Uma exposição documental e iconográfica sobre a vida e obra de D. António Barroso (1854 -1918) está patente ao público, até 23 de setembro, no Salão Nobre dos Paços de Barcelos (Arquidiocese de Braga).

No ano em que se celebra o centenário da morte deste bispo já se realizaram várias atividades e conferências sobre D. António Barroso.

O antigo bispo do Porto faleceu a 31 de agosto de 1918 e, passados cem anos, na localidade de nascimento dele, Remelhe-Barcelos, foi descerrada uma placa para homenagear este homem que tem o processo de beatificação a decorrer.

O vice-postulador da causa de beatificação de D. António Barroso disse ter esperança que antigo bispo do Porto possa ser declarado como “missionário modelo”.

Em declarações à Agência ECCLESIA, no passado mês de junho, no colóquio «Entre a Monarquia e a República: Os tempos de D. António Barroso no centenário da sua morte», Amadeu Gomes de Araújo afirmou que o processo de beatificação está “completo”.

A sua fama de santidade, fez com que o Vaticano, a 16 de maio de 2017, reconhecesse as suas virtudes heroicas, depois do seu processo de beatificação e canonização se ter iniciado em 1992.

LFS

Partilhar:
Share