42-18533307

Cidade do Vaticano, 07 fev 2019 (Ecclesia) – Uma delegação do Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral, presidida pelo cardeal Peter Turkson, vai estar, de 08 a 12 deste mês, em Calcutá (Índia), para participar na celebração do Dia Mundial do Doente.

A comitiva da Santa Sé vai expressar sua “preocupação pelos doentes, sofredores, pobres e excluídos”, à luz de Santa Teresa de Calcutá, canonizada 4 de setembro de 2016, e “levar uma mensagem do Papa Francisco”, anuncia o site Vatican News.

A delegação será porta-voz da Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial do Doente que tem como tema «Recebeste de graça, de graça dai!» (Mt 10: 8) se celebra no dia 11 deste mês, memória litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes.

No primeiro dia, a delegação vai participar numa conferência dedicada aos fundamentos teológicos da pastoral da saúde, da nova Carta dos profissionais de saúde e das novas fronteiras de serviço aos pobres marginalizados e, em seguida, visitar o túmulo de Madre Teresa, na Casa Mãe, onde o arcebispo de Calcutá, D. Thomas D’Souza, preside à Missa.

No dia 11 de fevereiro, na Basílica do Santo Rosário em Bandel, vão ser realizadas as celebrações do XXVII Dia Mundial do Doente.

Junto com a delegação vão estar presentes o cardeal Patrick D’Rozario, arcebispo de Daca e enviado especial do Papa para a celebração, D. Thomas D’Souza, arcebispo de Calcutá, e D. Prakash Mallavarapu, arcebispo de Visakhapatnam e presidente da Comissão de Saúde da Conferência Episcopal Católica da Índia.

LFS

Partilhar:
Share