Primeira sessão realiza-se a 14 deste mês no auditório municipal da cidade

Figueira da Foz, 04 set 2018 (Ecclesia) – O diretor do doutoramento de Química na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, João Paiva, e o grande conselheiro da antiga e mística Ordem de RosaCruz, Luis Natal Marques, são os oradores, dia 14 deste mês, na Figueira da Foz, no auditório municipal da cidade, na primeira sessão da iniciativa «Diálogos ComSentidos».

Nesta sessão, moderada pelo diretor da Biblioteca da Universidade de Coimbra, José Augusto Bernardes, o tema central deste diálogo é “O humano e o divino”, realça o programa enviado à Agência ECCLESIA.

O ciclo tem oito sessões, deste mês até abril do próximo ano e conta com oradores de várias sensibilidades religiosas que vão abordar temas como: “A igualdade de género”; “Morte”; “O mistério e a espiritualidade”; “Meditação”; “Os jovens e a comunicação”; “Sustentabilidade” e “Laicidade”.

O projeto «Diálogos ComSentidos» começou com três jovens, “não vinculados a nenhuma religião”, que pretendiam criar um espaço de reflexão sobre a verdade, disse, esta segunda-feira, ao Programa ECCLESIA António Carraco dos Reis, um dos jovens fundadores.

O grupo fundador dos «Diálogos ComSentidos» convidou, posteriormente, o missionário da Consolata, padre Álvaro Pacheco, a tornar “o sonho uma realidade”.

Com uma experiência de 17 anos na Coreia do Sul, o padre Álvaro Pacheco tem sensibilidade para o diálogo inter-religioso devido a percurso naquele país asiático.

“Ir ao encontro do outro, do conhecer e aprofundar realidades que são comuns”, frisou este missionário da Consolata.

A próxima sessão dos «Diálogos ComSentidos» realiza-se a 26 de outubro, naquela localidade da Diocese de Coimbra e tem como tema «A igualdade de género».

LFS

 

Partilhar:
Share