Lamego, 15 jul 2018 (Ecclesia) – O Santuário da Lapa, situado no concelho de Sernancelhe (Diocese de Lamego) comemora, em 2018, 520 anos de história, com uma celebração no dia 16 de setembro.

Remota ao século XV, mais precisamente a 1498 quando, “segundo a lenda, uma pastorinha muda de nascença, numa das fendas da penedia existente no local, deserto na altura, encontrou uma imagem, que ali teria sido escondida cinco séculos antes, por umas religiosas fugidas de um convento próximo, de Almançor, um general mouro”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA

A pastorinha, “pela devoção à Virgem Maria através da imagem, conseguiu o dom da fala”.

Este acontecimento “alastrou-se rapidamente”, fazendo nascer e desenvolver o Santuário da Lapa, tornando-se “este o maior centro de peregrinações marianas em Portugal até aos acontecimentos de Fátima”.

Este é um dos santuários mais antigos de Portugal, “um dos mais reconhecidos em toda a Península Ibérica”, um exemplo da “grande obra e engenho dos Jesuítas” e “um fenómeno de culto e fé adorado em todo o Mundo da lusofonia onde ainda se conhecem mais de 60 lugares de culto”.

LFS

Partilhar:
Share