Lisboa, 13 jul 2018 (Ecclesia) – A Paulinas Editora publicou o documento ‘Dar o melhor de si’, uma perspetiva católica do desporto e da pessoa humana, que vai apresentar às 18h00, de 17 de julho, no Palácio Foz, em Lisboa.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a editora católica destaca que o documento eclesial “é uma novidade”, “é o primeiro que aborda de maneira global o tema do desporto”.

A Paulinas Editora assinala que o documento da autoria do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé) quer “contrariar a recente tendência” que insinua que a Igreja, na sua história, desvalorizou o desporto, ao desenvolver uma atitude negativa em relação ao corpo e lança um convite a que se desenvolva uma “verdadeira pastoral do desporto”.

A nova publicação já se encontra nas livrarias, desde esta quinta-feira, mas a editora vai promover uma sessão de lançamento na próxima terça-feira, dia 17 de julho, às 18h00, no Museu Nacional do Desporto, no Palácio Foz (Praça dos Restauradores), em Lisboa.

DR, Padre Ismael Teixeira

Para apresentar o livro ‘Dar o melhor de si – documento sobre a perspetiva cristã do desporto e da pessoa humana’ foi convidado o padre Ismael Teixeira.

O sacerdote do Patriarcado de Lisboa é o “ironpriest” que participa nas provas Ironman que incluem três modalidades: 3800m a nadar em mar aberto, 180 km de bicicleta e 42 km a correr; Em agosto de 2016, em Copenhaga, foi o primeiro sacerdote a concluir uma prova.

Depois, segue-se uma tertúlia com os professores universitários Manuel Sérgio e Alfredo Teixeira, e os atletas Jorge Pina e José Lima, com a moderação do diretor da Agência ECCLESIA, o jornalista Paulo Rocha.

O documento inédito sobre o desporto foi publicado pelo Vaticano a 1 de junho e a reflexão alerta para questões como a corrupção, doping, apostas e a falta de respeito pelos limites físicos dos atletas.

Ao longo de cinco capítulos abordam-se a evolução do desporto na história, a relação da Igreja Católica com esta realidade ou uma análise “antropológica” do fenómeno.

“O desporto pode abrir o caminho para Cristo nos lugares ou ambientes onde, por diversos motivos, não é possível anunciá-lo de maneira direta”, escreveu o Papa Francisco, numa mensagem onde referiu-se ao desporto como lugar de encontro “onde pessoas de todos os níveis e condições sociais se unem para atingir um objetivo comum”.

A Paulinas Editora informa ainda que a publicação do documento ‘Dar o melhor de si’ conta com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude.

OC/CB

Partilhar:
Share