Participantes assinam manifesto, limpam praias e usam realidade virtual no arranque das atividades no Panamá

Cidade do Panamá, 22 jan 2019 (Ecclesia) – A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que a Igreja Católica promove a partir de hoje no Panamá lançou aos participantes propostas ligadas à Ecologia e Tecnologia, com apelos aos líderes políticos para a defesa do ambiente.

Mais de 1000 voluntários internacionais da JMJ 2019, que se realiza pela primeira vez na América Central, retiraram restos de madeira, plásticos, pneus, colchões, tecidos, sapatos e outro lixo, na Praia Malecon.

O gesto somou-se à conferência “Ecologia e JMJ”, que decorreu no Centro Internacional de Imprensa Atlapa, concluída com a publicação do manifesto “Conversão ecológica em Ação”.

“Precisamos de um líder para uma revolução ecológica e esperamos que o líder seja o Papa Francisco”, disse aos jornalista o padre Joshtrom Kureethadam, do Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral (Santa Sé).

As mensagens do Papa inspiram o manifesto ecológico da JMJ, com desafios concretos, como o de levar 100% dos edifícios da Igreja Católica a aderir às energias renováveis, até 2030, ou o cumprimento dos acordos internacionais, por parte dos vários Estados.

Os participantes na JMJ do Panamá são também desafiados a visitar o Parque Cristonaut@s, “um espaço que usa a tecnologia para oferecer novas experiências espirituais e um novo modo de evangelização”.

O parque inclui uma seção feita pela Fundação Ramón Pané, conhecida especialmente pelo jogo ‘Follow JC Go’, inspirado no ‘Pokemon Go’ e desenhado a pensar precisamente na JMJ.

O presidente da fundação Ricardo Grzona, refere à organização do evento que quis “usar os meios modernos, que são as novas linguagens da juventude, para apresentar o único Evangelho que existe.

A tenda da Fundação Ramón Pané oferece ainda experiências em 4-D, usando óculos de realidade virtual, com mensagem religiosa; a Vive Studios apresenta, por sua vez, um breve vídeo com trechos d0 seu filme de realidade virtual “7 Miracles” (sete milagres), dirigido por Rodrigo Cerqueira, que coloca o espectador diante de Jesus em episódios do Evangelho segundo São João.

OC

 

Partilhar:
Share