D. Manuel Clemente destacou «devoção mariana» da juventude católica

Foto: Santuário de Fátima

Cidade do Panamá, 28 jan 2019 (Ecclesia) – O cardeal-patriarca de Lisboa afirmou que Nossa Senhora de Fátima “terá um papel fortíssimo” na próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em 2022, que a capital portuguesa vai receber.

“Será um papel fortíssimo, porque também é interessante verificar que nesta movimentação juvenil católica que verificámos em Portugal, a devoção mariana, a devoção a Nossa Senhora de Fátima é fortíssima”, disse D. Manuel Clemente, ao canal de televisão católico EWTN.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o também presidente da Conferência Episcopal Portuguesa salientou a ligação entre Nossa Senhora e as Jornadas Mundiais da Juventude, um evento internacional de “iniciativa papal”.

“Em todas as revelações, manifestações de Nossa Senhora na história, Fátima é a que está mais ligada aos Papas, a que está mais ligada ao ministério do Papa e a tudo aquilo que ao Papa se refere”, desenvolveu o cardeal-patriarca de Lisboa.

Desde o dia 21 de janeiro, que a Imagem número 1 da Virgem Peregrina de Fátima está no Panamá onde participou nas Jornadas Mundiais da Juventude 2019, para além, de um programa específico, que a levou, por exemplo, ao Centro Penitenciário Feminino e no hospital oncológico, que termina com uma Missa de despedida, presidida pelo reitor do santuário português, na tarde desta terça-feira, no Aeroporto Internacional de Tocumen.

O Santuário de Fátima destaca que o presidente da República Portuguesa, também presente no país da América Central, referiu a esta ligação entre Nossa Senhora de Fátima e a JMJ para a escolha de Lisboa como cidade-sede do próximo encontro mundial de jovens.

Para Marcelo Rebelo de Sousa terão ponderado desta decisão do Papa Francisco “o peso de Portugal, o peso de Fátima, o peso do povo católico português”.

O Vaticano anunciou que Lisboa vai receber a próxima edição internacional da JMJ, em 2022, este domingo, no final da Missa das jornadas no Panamá presididas pelo Papa.

CB/OC

 

Partilhar:
Share