Prímula foi a espécie escolhida pela simbologia da renovação

Cidade do Vaticano, 02 fev 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco, neste dia da Vida Consagrada, enviou uma prímula a cada religiosa que vive no Vaticano, “símbolo da renovação”.

Tal como fez no ano passado Francisco, através do cardeal Konrad Krajewski, enviou uma flor, de seu nome prímula às cerca de 50 religiosas que vivem no Vaticano, segundo informou a Santa Sé.

A prímula, como a etimologia do nome diz, é uma das “primeiras” flores a desabrochar quando o frio do inverno é atenuado e é o símbolo da chegada da primavera”, pode ler-se.

A simbologia desta flor foi escolhida por a “vida consagrada ser continuamente renovada em sua beleza oferecida ao Senhor”.

SN

Partilhar:
Share